Marina ABIB +
Marina ABIB
ARTISTA DO CORPO + CASA DO MOVIMENTO 

Amante do movimento. 

Pesquisadora em tempo integral.

Raiz na estrada.

Artista.

 

Marina é bailarina, educadora e articuladora cultural. Desde 2012 vive entre Brasil e Europa atuando em diferentes projetos de pesquisa, criação e ensino. Autodidata por formação tem na sua estrutura de pesquisa o risco e o rastro como princípios de aprofundamento. 

 

Fundou em 2008 a Companhia Soma, em 2017 a produtora cultural Casa do Movimento e em 2018 o encontro anual de dança C.O.R.P.O.

 

Dentre seus mais recentes trabalhos estão Amarelo Diamante solo em parceria com o artista plástico Fabio Delduque (Brasil); Mulher Diaba e Dr. AmorEstranho dueto com Diogo Granato (Brasil); 400 Rabbits com Beno Novak (Eslovênia); A Cabra solo dirigido por André Casaca (Itália) e Raízes da companhia Untamed (Bélgica). 

 

Colaborou enquanto coreógrafa e bailarina do longa metragem Brincante - o Filme de Walter Carvalho (Brasil); do videoclipe Chamamento da banda Mawu (Brasil); do espetáculo Naturalmente e Passo de Antonio Nóbrega (Brasil).

 

Fez a dramaturgia do espetáculo Sagapo  (Italia|França); a direção artística do Vendaval (Brasil); a direção do LiterAto (Brasil); e colaborou enquanto coreógrafa do espetáculo Altissonante Alfonsina de Lu Menin (Brasil).

 

Sua formação acadêmica enquanto cientista social impulsionou sua paixão pela escrita o que lhe rendeu publicações e participações em livros e revistas.

MARINA.jpg

Foto: Karina Lumina

Vera ABIB
PRODUTORA CULTURAL + CASA DO MOVIMENTO 

Vera Abib é gestora e produtora de projetos de integração entre arte, cultura e educação, fundadora e gestora da Casa do Movimento.

Atuou no Ponto de Cultura Oca–Escola Cultural como gestora e mediadora na comunidade da Aldeia de Carapicuíba. Foi gestora e produtora cultural do Instituto Brincante, desenvolvendo projetos ligados as seguintes ações: oficinas e espetáculos de música e de dança, filme Brincante e Tarja Branca, intercâmbios culturais com mestres da tradição, formação de professores da rede pública, debates e palestras com comunidades de grupos de cultura popular e da cena artística contemporânea.

Participa do Circuito Integrado pela Sustentabilidade Leopoldina, coletivo que promove iniciativas sustentáveis e de valorização do território, e do Projeto Conversas de Saias que trabalha com o protagonismo feminino na cidade de São Paulo.

Atualmente coordena a área socioeconômica do Instituto Entrando em Cena de Bragança Paulista.

VERA2.jpg

Foto: Karina Lumina

Helena RUSCHEL
AGITADORA CULTURAL + DESIGNER + LEBRE

É designer, produtora cultural e neta da vó Lebre da Casa.


Depois de dez anos exercendo design se voltou para o mundo da arte contemporânea. Começou esta aproximação pelo núcleo educativo da Bienal de SP. Conheceu a produção cultural quando, durante a formação da Escola São Paulo, foi responsável pela produção e expografia de suas mostras. Em 2009 iniciou trabalhos independentes como o OFF Paraty em Foco, a Galeria As, a galeria da Casa de Quem e as Exposições do Café Suplicy, todos utilizados como plataforma para apresentar trabalhos de jovens artistas. Em 2010 foi parar no Estúdio Madalena onde produziu e montou a programação do Festival Internacional de Fotografia - Paraty em Foco por dois anos, a Expedição Fotográfica Rio Pinheiros e o I Encontro de Pensamento e Reflexão na Fotografia. Começou a frequentar Bragança Paulista em 2013 quando passou a fazer parte da equipe de produção do Festival Arte Serrinha e a coordenar os processos educativos da Fazenda Serrinha.


Em 2017 sua vida se misturou com a da Casa Lebre, um espaço que nasceu do desejo de apoiar e desenvolver projetos de arte e educação que estimulam o pensamento, a criação e a experimentação.

HELENA.jpg

Foto: Karina Lumina